Acredito em fadas, gnomos, gênios, sacis, reinos encantados, mundos paralelos e na responsabilidade da palavra.
Por reconhecer o poder que a palavra exerce sobre nós, tenho como critério a qualidade do conteúdo na escolha dos livros que comento. Faço um trabalho de garimpo, recolhendo pedras preciosas que identifico com meu olhar atento. Este é um trabalho independente, não mantenho vínculo de divulgação com editoras, livrarias ou escritores. Os livros indicados são adquiridos por mim e fazem parte do meu acervo pessoal, que compartilho.
Sejam bem-vindos!


Pesquise este blog

Total de Títulos Expostos

70 livros comentados, desde 2010

30 abril 2011

A Mulher que Matou os Peixes

"Se vocês gostam de escrever ou desenhar ou dançar ou cantar, façam porque é ótimo: enquanto a gente brinca assim, não se sente mais sozinha, e fica de coração quente." Quem escreveu isto foi Clarice Lispector, que nasceu em Tchetchelnik, na Ucrânia em 1920. E sabe que ela tem toda a razão, pois todos precisamos nos expressar e a arte é uma das melhores formas!? E ela soube fazer isto como ninguém, com seu jeito simples e sincero de escrever ainda hoje consegue tocar nossos corações.
Este livro é um bom exemplo, pois nele ela nos remete ao mundo dos bichos e não fala só dos cachorrinhos e passarinhos, mas também de barata, lagartixa, macaco, coelho e outros mais, sempre de uma maneira singela e atraente mantendo um delicioso diálogo com o leitor. Claro que também fala dos peixinhos e de como os matou, mas com certeza depois de ler toda a história você a conseguirá perdoar!
As ilustrações são de Flor Opazo e estou certa de que irá gostar de tudo!
Vale a pena ressaltar aqui que este livro eu adquiri em um Sebo e vai aí mais uma sugestão. Num bom Sebo pode-se encontrar verdadeiras jóias como, por exemplo, Clarice Lispector!







05 abril 2011

Contos de Fadas Russos


Este livro está aqui exposto por pura memória emocional da minha infância. Ele me faz lembrar das vezes que minha querida baba Anna contava lindas histórias para mim e meu irmão.
Nos dias em que as avós se mantém um pouco distantes fazendo-nos sentir a falta do aconchego e afeto destas mulheres tão importantes para o desenvolvimento de uma criança, eu não podia deixar de citar esta obra, sempre, é claro, imaginando uma vovó com seus netos.
É de fundamental importância conhecer outras culturas afim de aprimorar o olhar para as diferenças e assim aprender a respeitá-las, por isso a tradição russa está aqui presente.
Este é um livro interessante, especialmente para aqueles que gostam de temas folclóricos. Aleksandr Afanas'ev organizou seu conteúdo.


Um pouco de mim

Minha foto
Brasileira, nascida em São Paulo em agosto de 1956. SRC, formada em psicologia, blogueira, escritora, taróloga, artesã, membro da Academia Popular de Letras (Movimento Literário da Biblioteca Municipal Paul Harris de São Caetano do Sul). Mantive, de 2006 a 2014 coluna sobre Tarô no jornal, "Mais Notícias" e na revista "Mais Conteúdo" ambos de Ribeirão Pires. Por mais de 4 anos escrevi para o "Jornal Paulistano" da Zona Leste de São Paulo, e Jornal "Giro Rápido". Colaborei no jornal "abc Mulher" de São Bernardo do Campo. Sou articulista do jornal "Enfim", de São Caetano do Sul, desde 2009. Autora do livro infanto-juvenil "Pimenta do Reino", lançado em 2008. Participei da Antologia "de Maria a José", lançado em 2012. Em 2004 produzi e apresentei o programa "Abra a Cabeça", via internet, na It's TV. Participo de programas de Rádio e TV em entrevistas desde 1993. Realizo contação de histórias e palestras em escolas, empresas e residências. Desde abril/2017 atuo como voluntária contando histórias para população que apresenta deficiência múltipla, síndromes raras (AME) e surdocegueira na ADEFAV - centro de recursos em deficiência múltipla, surdocegueira e deficiência visual.